segunda-feira, 10 de outubro de 2011

“MINHA CASA, MINHA VIDA” MAIS UMA PIADA DO GOVERNO PT

Olá caros amigos, primeiramente gostaria de pedir desculpas por ficar tanto tempo sem atualizar o blog, mas desde já adianto que isso não vai ocorrer mais, irei atualizar com mais frequência.
Mas enfim, hoje vim abordar um assunto que estou certo de que é muito polêmico. Sinto-me muito tranquilo ao afirmar isso porque irei falar do maior programa habitacional lançado por um governo na história do país, mas tentarei mostrar mais uma vez que o governo petista que se diz a favor dos pobres trabalha quase que exclusivamente para as classes mais ricas.
O programa “Minha Casa, Minha Vida” é um programa que foi criado sobre a plataforma de que viria para facilitar o crédito e o acesso das classes menos favorecidas ao seu primeiro imóvel, inclusive oferecendo subsídios que podem chegar a R$17.000,00. Então, realmente o subsídio existe e a facilidade ao crédito também, pois a taxa de juros é bem diferenciada de financiamentos convencionais chegando a 4,5% ao ano, porém após a criação desse programa ocorreu um “BOOM” imobiliário fazendo com que o valor dos imóveis crescesse até 150% em algumas regiões, ou seja, uma casa que antes custava R$50.000,00 (que já era difícil de ser adquirida pelas classes menos favorecidas) passou a custar R$125.000,00.
A inflação sobre o valor de compra dos imóveis foi apenas um dos muitos efeitos colaterais causados pelo programa “Minha Casa, Minha Vida”. Outro setor que sofreu aumentos nunca dantes imagináveis foi o setor imobiliário que teve aumentos que chegaram á 100%.
E como se não bastasse à população ter que enfrentar preços abusivos ao alugar ou comprar um imóvel, ela tem também que se submeter ao oportunismo das imobiliárias e construtoras que fazem contratos praticamente ilegíveis para a população mais simples, com cláusulas que favorecem somente a eles, e caso a pessoa desista ou tenha seu financiamento reprovado pela CAIXA perde o valor inicial dado a imobiliária.
 Agora, quem ainda está achando que aderir ao programa pode ser um bom negócio por conta do subsídio de até R$17.000,00 “dado”, não se iludam, pois a quantidade de taxas, juros e correções monetárias que a CAIXA cobra até a entrega do imóvel é muito maior do que o subsídio “dado”.
Não estou escrevendo esse post porque sou contra o governo PT, estou escrevendo porque sou uma das milhões de pessoas que caíram nessa “pegadinha” e agora estou tendo que me desdobrar para conseguir pagar todas essas taxas e juros até a entrega do imóvel.
Nas próximas eleições não deixe que eles utilizarem essa “pegadinha” como argumento positivo desse governo que está destruindo a classe média e entregando o Brasil na mão dos grandes bancos.
Grande abraço a todos!
Mateus Arantes

2 comentários:

  1. Programa Minha Casa, minha Vida é uma armadilha das grandes mesmo! Eu tô puto com isso. Aqui no Distrito Federal, a bagaceira é maior! Para uma pessoa poder fazer o financiamento de um imóvel por esse programa, a renda mínima tem de ser de R$ 5.000,00!!! R$ 5.000,00 pra quem ganha por mês se encaixa nas famílias de baixa renda? Nunca! Então, quem vive aqui no DF e ganha de R$ 600,00 a R$ 1.100,00 são considerados miseráveis, pois se for tentar o financiamento nesse programa enganador do PT, vão ficar com a cara no chão por receber uma negativa! Aí tem que se estabacar em empréstimos que nem a minha esposa fez. Fizemos dois empréstimos que somados dão R$ 5.000,00, que era o lance mínimo de entrada que a Imobiliária (JC Gontijo) exigiu para nós. Agora a CAIXA, não aprovou os 100% do Subsídio e só liberou cerca de R$ 17.000,00 de subsídio e para que o nosso negócio continue de pé, a gente tem que desembolsar R$ 40.000,00! De onde que a minha esposa e eu vamos tirar R$ 40.000,00, sendo que a nossa renda juntas, dá apenas R$ 1.900,00??? O Governo PT com seus programas de Assistencialismo, só está afundando o Brasil! Trouxas são essas pessoas que acreditam que o PT é tá fazendo o melhor por este país!

    ResponderExcluir